quarta-feira, 4 de julho de 2012

Gatos: um é pouco, dois é bom, ou três é demais? 

Quando fiz o post sobre o desinteresse da Chloe pelos brinquedos, nossa amiga Dona Gam comentou que seria bom avaliar a possibilidade de ter um outro gato para fazer companhia à nossa "gatupira". Na verdade, percebi aqui no blog que a maioria das pessoas possui mais de um gato e que sou  minoria com minha "gata" única. 

Confesso que, há uns meses atrás, refleti sobre a possibilidade de ter mais um gatinho. Porém, bateu um receio de não conseguir prover um ambiente de qualidade para os dois animaizinhos no meu singelo apartamento. Sinceramente, acho que, hoje, talvez ficasse um pouco apertado para todos nós. Sei que não é impossível, que há pessoas que tem 4, 5 gatos, outras, 2, 3 cachorros dentro de pequenos apartamentos. Mas, resolvi ser cautelosa e esperar até ter certeza de que essa é a decisão adequada. 

Nesse meio tempo, deparei-me com um vídeo postado por uma amiga e que achei muito, muito fofo. Ele retrata o que acontece quando se introduz um novo gatinho filhote a um gato mais velho, já existente na casa. 

Qualquer semelhança com fatos reais pode ser apenas coincidência. Ou não! 


Tem mais coisas legais no site http://www.simonscat.com/
Espero que gostem! 

12 comentários:

  1. Aline e Chlóe amigas queridas....

    Eu também sou sozinha em casa, não tenho irmãozinhos nem cachorrinhos e nem gatinhos, mas ainda bem que agora tenho uma priminha bebê a Ricca, que Vóvis adotou e estamos dando uma forcinha. Mamis pensa em ter mais bebês aqui em casa, mas também pensa que em apê ficaria mais difícil, mas ainda não descartou totalmente esta possibilidade. Vamos ver.
    Ótima noite amigas e fiquem com o Papai do Céu.
    Aus 1000 e Beijos 1000 com carinho,

    KIPPY & LILLY

    ResponderExcluir
  2. ALINE DO CÉU!! TÔ AQUI QUASE CHORANDO DE RIR COM ESSE VÍDEO DO SIMON... KKKKKKKKKK
    É DESSE JEITINHO MESMO QUE ELES FAZEM!!! ADOREI!!
    E A CHLOE? TÁ SUMIDA? TEM FEITO MUITAS ARTES. VI QUE VOCÊ ME MENCIONOU NA TUA POSTAGEM. KKK
    MAS NÃO DESCARTE A POSSIBILIDADE DE UM NOVO BICHINHO... PENSE BEM E DECIDA...
    TENHA UMA LINDA QUINTA, COLEGA. APAREÇA NOS MEUS OUTROS BLOGS. TEM COISINHAS LEGAIS PRA LER!!! :)

    ResponderExcluir
  3. ai eu amo os vídeos do simion's ...amiguinha aqui em casa eu peguei a Malú pra fazer companhia p Lilika...e deu super certo...gatos são bem mais independentes do q cães mais elas se dão super bem, a Lilika acha q é gato e a Malú acha q é cachorro ... e heje moro em um apetamento tbm e é bem pequeno e mesmo assim penso em pegar mais uma cachorro e mais um gato p ver o negocio ferver...kk..brincadeira elas brincam de mais e nunca bringão mais sinto q a Malú as vezes gostaria de alguem (gato eu digo) p dormir com ela lamber ela etc...a Lilika é companheira na hora de brincar, comer e dormir as vezes mais não é como um gato né...e um cachorro p fazer companhia pra Lilika em coisas q a Malú não acompanha ela, tipo passear, brincar de bolinha ir p canil junto etc...o espaço confesso q pra gatos aqui em casa ta tranquilo ja se eu fosse ter outro cachorro ai eu teria q pensar melhor pq cachorros dão muito mais trabalho do q gatos...mais pense bem mesmo afinal a responsabilidade sera sua.... bom restinho de semana amiguinha..bjs mari

    ResponderExcluir
  4. Adoro os vídeos do Simon´s Cat!! Esse, em especial, é bem divertido!
    Eu também tive muito receio antes de adotar o segundo gatinho, mas hoje vejo que desde o início deveria ter adotado dois. Não sei se é o seu caso, mas se a Chloe fica sozinha em casa o dia todo, com certeza deve se sentir só. Mas também não tenha pressa. Às vezes precisamos amadurecer a ideia de aumentar a familia felina rs
    Beijos
    ps: assim que eu tiver um tempinho, vou colocar um link do Gata Riscada no blog, conforme vc me pediu, ok?

    ResponderExcluir
  5. Amiguinha Chloe,
    Este vídeo tá D+
    Muitos lambeijinhos e carinhosos ronrons para você das suas amigatinhas
    Juja e Jujuba

    ResponderExcluir
  6. Adorei o vídeo! Eu não tenho irmãozinho(a) e do jeito que sou ciumento, acho que teria problemas... :) Além disso, tenho leucemia felina e poderia contaminá-lo. Mas sou muito feliz sendo o rei da casa!

    ResponderExcluir
  7. Der Film ist ja lustig...

    Lieben Gruß
    CL

    ResponderExcluir
  8. Sábia decisão Aline.
    Na época em que eu tinha dois mais velhos (com +- 10 anos) adotei um outro adulto que foi abandonado no parque.
    Um deles o Junior, depois de alguns meses até o aceitou mas o Alemão nunca quis conviver com o Tigre e foi assim até que o Tigre morreu, cinco anos depois.

    Acho importante avaliar qual a melhor maneira de introduzir o novo gatinho.
    bj

    ResponderExcluir
  9. Eu também pensei muito antes de pegar mais um gatinho pq também morava em um apertamento de um quarto. Mas quando percebi que ter dois era a solução dos meus problemas, não hesitei!
    O Zé era muito sozinho e queria brincar às 5:00 da manhã! Depois do Samuca eu dormo melhor rsrs! Eles brincam muito juntos e o Zé é mais feliz!! Amadurece a ideia!!!
    bjos

    ResponderExcluir
  10. Deixa eu contar minha experiência: Primeiro eu adotei a Belinha, que ficou sozinha em casa reinando por 4 anos. Daí achei que era hora de dar uma irmãzinha pra ela, e adotei a Phoebe. Descobri que a Belinha não é chegada em brincar com outros gatos, mas apesar da dificuldade inicial, elas aceitaram viver no mesmo ambiente. No ano passado, resgatei a Jasmin, que foi abandonada na porta do meu condomínio. Fiz campanha para doa-la, pois achava que não poderia criar mais um, pois meu apartamento é muito pequeno. Que nada, lá estão as 3, e vivem num espaço de 43m² muito bem! Correm feito loucas, e nos divertem tbm. Talvez seja uma boa mesmo, pra não deixar o bichinho sem referência de sua espécie. Pense com carinho. Beijinhossss

    ResponderExcluir
  11. Esse vídeo do Simon's cat é de matar de rir. Adoro os vídeos dele pois é igualzinho ao comportamento dos nossos felinos. Eu comecei com um gatinho só o Shake, em um apto superpequeno. A Juju chegou a passar uma temporada neste apartamento e o Shake ficou muito feliz em ter companhia. Quando nos mudamos para um apto maior ( mais não muito) resolvemos dar uma irmãzinha par ele, a Tixa. No início foi um drama, mas depois ele adorou. A casa fica mais alegre e quando viajamos eu fico mais tranquila sabendo que um faz companhia para o outro. A Juju voltou aqui para casa para passar uns dias, mas acabou ficando e como a dona dela deixou, agora tb faz parte da familia.
    beijos

    ResponderExcluir